quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

De ser

Inaugurando a série "Crônicas de quinta":


Porque doar-se sem medida sempre me foi muito próprio. A entrega à vida, a uma causa e ao outro. Não vivo pela metade. É tudo ou é nada. Não sei deixar vírgulas e não sou reticente. Pausas só se for pra tomar fôlego. Não gosto de pendências e histórias mal resolvidas não me apetecem. Abraçar uma causa e fazer dela combustível. Sou teimosa e gosto de pagar pra ver. Teimo, é só teimar. Gosto de pensar que sou útil, importante. E me faço sempre presente naquilo que é justo. Abraço a causa do outro, tomo sua dor para mim, me compadeço, sofro junto. E nunca soube fazer diferente. Gosto da metamorfose ambulante que Raul cantava. O estático não me seduz, a mesmice me incomoda e o comodismo me aborrece. Injustiça me revolta e se me revolto é combustão. Saio de mim, me transformo. Compro briga e brigo feio. Depois choro, me arrependo e sempre acho que agi errado. Raiva não me faz bem. Perdoo com facilidade e esqueço nem tão facilmente assim. O que me incomoda preciso purgar e se me incomoda, quero mudar. Extravaso e vou até o fim. Sou competitiva. Não sou muito paciente e não sei esperar. Quero tudoaomesmotempoagora. Meu temperamento é de luta, sou aguerrida por natureza. Não acomodar com o que incomoda. Tenho fé no divino e uma intuição bastante aguçada. Sétimo sentido. Mau humor matinal, bom humor seletivo e memória fotográfica. Tenacidade e teimosia. E otimismo. O lado positivo é o que mais me interessa. Gosto de casa, Deus deve ser casa. Sorrisos discretos e abraços sinceros. Efusividade me assusta. Menos é mais, gosto das coisas simples. A beleza está na simplicidade. Mudo de ideia, me confundo, me acho e esqueço. Se me distraio, me perco. Se me comovo, quase sempre choro. Choro escondido, choro contido querendo transbordar. 'A dor e a delícia de ser o que é'. E assumir. E consertar e continuar e resistir e persistir e buscar. Até o fim.

3 comentários:

  1. Dá pra sentir a autenticidade. Dá até pra querer as mesmas coisas, mas dá também pra não querer nada, exceto observá-la dizendo o que quer e o que pode. A gente sabe que voc}e pode, afinal, e que você é. As boas palavras não são raras quando têm em você um ponto de partida. São sempre palavras com um amplo potencial de ser ainda maior do que significam. Luz, sentido e palavra em sentido lato.

    Bom revê-la postando algo aqui. Sempre achei que esse blog, se um dia fechasse as portas, não poderia ter a última postagem representada por aquela tragédia.

    Algo curioso aconteceu: ontem encontrei uma ex-aluna, que foi muito próxima a mim desde sempre. Não a via faz anos. Ela fez aniversário e decidi convidá-la para comer um sanduíche ali na esquina. Quando relembrarmos algumas coisas do passado, mencionamos os blogs - do meu, do dela, feito após minha influência e, veja você, em um certo momento ela falou de um blog que tinha conhecido por intermédio do meu e que gostava muito e não sabia que fim levara: luzsentidoealgumacoisa...

    Eu disse que a Alessandra vai bem, e que também sinto saudades.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. We'll be monitoring the encounter throughout the arriving many months, such as looking for a strong release time frame for FIFA 16 Coins in the U.S., so keep tuned in for more information as it becomes available.

    ResponderExcluir
  3. Deambulei por aqui.
    E, desejo felicidades.

    MANUEL

    ResponderExcluir

Forneça a sua luz.